Daemon Blackfyre

Ir em baixo

Daemon Blackfyre

Mensagem por kamizuri em Qui Dez 04, 2014 11:56 pm

Nome: Daemon IV Blackfyre
Idade: 18
Geral: Branco / Valyria
Altura: 1,78m
Aparência: Alto e forte, ombros largos, braços musculosos e barriga reta e definida. Olhos com uma coloração violeta e cabelos loiro-pratinados, de uma cor quase esbranquiçada. Possuí um cabelo mediano, que vai até um pouco antes dos ombros, possuí uma pequena barba rente ao rosto, em formato de cavanhaque. É portador de uma grande beleza originária dos Targaryens.
Especialidades: Excelente Espadachim e Habilidades de Cavalaria.
Humor: Feliz e Sarcástico
Personalidade: Extremamente orgulhoso, confiante, ambicioso e arrogante. Sempre é visto com um leve sorriso confiante em sua face, nunca se mostra com medo e está sempre confiante em suas habilidades de combate. Dificilmente se mostra triste ou abalado com alguma coisa e mesmo em desvantagem sempre fica com um ar de superioridade, não recuando nem mesmo em momentos extremos.  Mesmo que raro, quando fica nervoso se torna uma pessoa extremamente agressiva. Não segue muito sua religião, mas algumas vezes costuma fazer orações em nome dos deuses, principalmente para o Guerreiro, que é o seu favorito. Possuí muito respeito e orgulho de ser um dos pretendentes da casa Blackfyre e jurou para si mesmo que um dia trará de volta toda a gloria que sua casa merece.
Títulos: Jovem Dragão Negro
Religião: Fé dos Sete.
Estatísticas:

Moral: 100
Dano: 200
Defesa: 150

Nível 1


História
         Muitos acreditavam que a casa Blackfyre foi extinta com a morte de Maelys, o monstruoso. Uma casa criada a partir de um bastardo de Aegon IV, o indigno, uma casa que conseguiu trazer tantos problemas para os poderosos Targaryens. Infelizmente os Blackfyre nunca conseguiram conquistar o trono que eram deles por direito, afinal Aegon IV tinha dado a espada valiriana Blackfyre para Daemon consequentemente ele também havia passado a herança, mas com a morte de Aegon IV o trono foi passado para Daeron II que afirmava ser filho de Aegon, mas os Blackfyre sabiam que na verdade ele era filho de Aemon e não Daeron, o que reforça ainda mais a pretensão dos Blackfyre pelo Trono de Ferro. Todos imaginavam que os Blackfyre já não existiam mais, mas no ano de 167 d.C um jovem nasceu, ele possuía cabelos tão claros que quase chegavam a ser brancos e seus olhos roxos alegavam que ele possuía sangue valiriano.
         Em algum lugar de Lys, um pequeno garoto de apenas 3 anos de idade era carregado por um westerosi exilado. Eles andavam pelas vielas curtas e escondidas. O Westerosi se mantinha escondido, era um cavaleiro exilado da Terra dos 7, foi bastante conhecido por um tempo em Westeros, até que caiu de seu cavalo e sofreu sérias fraturas em sua perna, ficando aleijado por um tempo. Mas dizem que com a ajuda de uma bruxa da floresta conseguiu que sua perna fosse curada e isso parecia ser verdade já que o cavaleiro caminhava em uma velocidade bem acima do normal, parecia ser um homem bem veloz. A mãe de Daemon sabia que os Targaryens acreditavam que os Blackfyres eram uma casa extinta e ela preferiu manter assim, para que seu filho pudesse viver em segurança até tomar uma idade maior. Mesmo com toda essa história de extinção os Blackfyres continuavam a ser bem poderosos nas cidades livres, então não foi muito difícil para Daerys (Mãe de Daemon IIII) conseguir um cavaleiro para tomar o seu filho como escudeiro. Na verdade, o homem não era um cavaleiro verdadeiro, mas sim um exilado das Terras da Tormenta de Westeros, mas era o suficiente. Por sorte, o homem continuava sendo justo e protegeu Daemon como se fosse o seu próprio filho, em Bravos não foi muito difícil conseguir um lugar para viver e a mando de Daerys, o cavaleiro teve que conseguir uma septã que pudesse ensinar a fé dos sete para o garoto.
        Grande parte da infância de Daemon foi definida desta maneira. Desde os 4 anos de idade foi obrigado a estudar, aprender a arte da leitura e orar para os 7, com o tempo foi ganhando cada vez mais interesse pela religião, tendo como preferido o Guerreiro. Alguns anos depois, ao completar 5 anos de idade, começou o seu treinamento como escudeiro, agora uma pessoa já entendida da fé dos sete e do dom da leitura, Daemon estava pronto para partir com o cavaleiro exilado pelas cidades livres, como seu escudeiro.
         Foi uma longa jornada, Daemon e o Cavaleiro Exilado andaram por Qohor, Pentos, Norvos, Myr, Tyrosh, Volantis e Lorath. Nesse meio tempo, Daemon aprendeu as artes do cavalerismo, aprendeu a ter honra, a lutar pelos mais fracos e foi algo que o jovem seguiu pela vida inteira. Também aprendeu a cavalgar de uma maneira magnifica e se tornou um ótimo espadachim, aprendendo a utilizar muito bem um escudo também. Nas cidades livres eles protagonizaram grandes atos heroicos, matando alguns bandidos, resolvendo algumas brigas e até mesmo participando de uma pequena guerra civil em Myr, onde o lado que Daemon e o Cavaleiro Exilado apoiavam, foi o lado vitorioso, ambos ganharam uma boa quantidade de riqueza nessa guerra, onde os mesmos recusaram, ensinando assim a humildade para Daemon, outra coisa que ele aprendeu e segue até os dias de hoje. Com o passar dos tempos, o jovem dragão negro foi se tornando cada vez mais capaz e forte, foi se tornando tão alto que com 16 anos já era maior que o seu cavaleiro e foi neste mesmo ano que finalmente foi consagrado um “Cavaleiro”, claro que essa honra não iria ser válida em todos lugares, afinal de contas esse título foi dado por um cavaleiro exilado, mas isso não importava, ele se preocuparia em se tornar um cavaleiro de verdade quando estivesse no trono de ferro.
         Mais um tempo se passou e Daemon resolveu seguir a sua jornada por conta própria. Logo ele descobriu que os sonhos com dragões dos Targaryens também era algo comum nos Blackfyre, já que haviam dias que ele sonhava estar voando em um enorme dragão negro, voando até Westeros, onde ele disparava fogo em algumas cidades, matava algumas pessoas, inclusive Sor Barristan Selmy e logo em seguida se sentando no trono de ferro e colocando a coroa cravejada de joias de Aegon, o conquistador. Daemon conhecia toda a história dos Targaryens e por algum motivo não conseguia adquirir uma raiva por eles, mas sim uma espécie de interesse, achava eles uma casa impressionante e estava decidido a não matar todos, apenas o Aerys II e os outros Targaryens que o apoiava, mas com a rebelião de Robert, Daemon não precisou fazer isso. Agora que os Targaryens não dominavam mais o Trono de Ferro, estava na hora dos Blackfyre retornarem para Westeros, desta vez em nome de Daemon, o quarto de seu nome, que pretendia de uma vez por todas por a casa Blackfyre no trono. Ele iria jogar contra Westeros a Quinta Rebelião Blackfyre e essa seria a Rebelião que faria a casa Blackfyre superior a sua origem, se tornando ainda mais poderosos do que os Targaryens algum dia já foram.

kamizuri

Mensagens : 3
Data de inscrição : 04/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum